quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

N. Sra. de Fátima e nossos tempos: o terceiro segredo.

O Terceiro Segredo revela o Grande Castigo
(IV Parte)

pelo Padre Paul Kramer, B.Ph., S.T.B., M.Div., S.T.L. (Cand.)

O falecido Padre Malachi Martin disse, na sua última entrevista no Art Bell Show (1998), que havia qualquer coisa chocante e horrível no Terceiro Segredo de Fátima. Não é a aniquilação de nações, uma guerra nuclear ou perseguição sangrenta à Igreja. É algo de muito pior. O Papa Pio XII referiu-se a isto quando declarou em 1945: "O mundo está à beira de um precipício assustador... Os homens devem preparar-se para um sofrimento tal como a humanidade nunca viu". O Terceiro Segredo é apocalíptico e portanto corresponde aos textos escatológicos da Sagrada Escritura. Foi isto que o Cardeal Ratzinger indicou, quando revelou que o Segredo diz respeito aos ‘novissimi’ – as ‘últimas coisas’, e corresponde ao que está revelado na Sagrada Escritura.

Quando fizeram perguntas na Alemanha ao Papa João Paulo II sobre o Terceiro Segredo, ele disse que "devemos estar preparados para passar por grandes provações num futuro não muito distante, provações essas que exigirão que estejamos prontos a dar as nossas vidas..."1 Quando o Papa João Paulo II ainda era o Cardeal Wojtyla, tratou deste tema durante uma visita aos Estados Unidos em 1976:

"Estamos agora deparados com a maior confrontação histórica por que passou a humanidade. Não creio que grande parte da sociedade americana, ou grande parte da comunidade cristã, esteja a compreender bem isto. Estamos agora a ver a confrontação final entre a Igreja e a anti-Igreja, entre o Evangelho e o anti-Evangelho.2 É uma provação que a Igreja deve enfrentar".

Este é o núcleo do Terceiro Segredo de Fátima.

Toda a fúria do inferno desencadear-se-á sobre a terra para tentar destronar Cristo Rei e instalar satanás no Seu lugar – será a culminação do ‘mistério da iniquidade’ representada na imagem da Torre de Babel – o apocalíptico ‘mistério da Babilónia’: a falsa ‘igreja’, a ‘igreja da heresia’ e o seu ‘papa’. As antigas perseguições dos romanos são insignificantes em comparação com os horrores que acontecerão nesta grande ‘tribulação’ que Nosso Senhor profetizou nos Santos Evangelhos e Pio XII predisse que estava muito perto. Este é o coração, o núcleo do Terceiro Segredo.

Parece que a consagração da Rússia não será feita a tempo de impedir a tribulação do Grande Castigo, que foi prevista universalmente nas profecias dos santos desde os tempos dos antigos Padres. Todavia, será feita a tempo de impedir a consumação do ‘mistério da iniquidade’. Nosso Senhor Jesus Cristo anunciou que o príncipe deste mundo foi derrubado do seu trono, que, portanto, nunca mais poderá restaurar. O reino de satanás será destruído antes de se estabelecer por completo, e assim a Torre de Babel nunca será completada.

Com base nas conclusões a que cheguei depois de estudar a profecia católica desde 1970, creio que a Grande Apostasia, profetizada nas Escrituras e no Terceiro Segredo de Fátima, será formalizada sob o poder do antipapa que S. Francisco de Assis anunciou, durante o pontificado do sucessor imediato do Papa João Paulo II, que terá que fugir de Roma e não estará numa situação que lhe permita fazer a consagração. Será o Papa que lhe suceder, segundo a minha opinião (e de acordo com a profecia do estigmatizado romano Antonio Ruffini), o segundo Papa depois de João Paulo II, quem finalmente consagrará a Rússia ao Imaculado Coração de Maria, juntamente com todos os bispos do mundo. A Rússia converter-se-á. O Seu Coração Imaculado triunfará. Uma grande multidão de tradicionalistas russos entrará na Igreja Católica. A Rússia converter-se-á e a Igreja voltará às Suas tradições. Haverá paz. Mas isto sucederá depois do castigo.

Pouco antes da Primavera de 1991, quando visitei Fátima, Nossa Senhora revelou à Irmã Lúcia (segundo uma fonte de muita confiança em Fátima) que o Terceiro Segredo seria revelado durante uma grande guerra. O Terceiro Segredo ainda não foi completamente revelado, como até o próprio Cardeal Ratzinger admitiu numa conversa particular com uma pessoa de língua alemã, amigo pessoal de longa data do Papa João Paulo II (e que eu conheço pessoalmente), que o confrontou com a alegada publicação de "todo" o Terceiro Segredo. Ratzinger respondeu: "De facto, isso não era tudo". O Terceiro Segredo será revelado, mas será tarde: só depois de se ter desencadeado a próxima guerra mundial.

A profanação de igrejas e santuários católicos por cultos pagãos e a mistura da religião verdadeira com falsas religiões é o sinal de que o castigo virá num futuro imediato. A profanação do santuário, do Local Sagrado de Deus, é um acto sacrílego e blasfemo de impiedade que, em estrita justiça, exige um castigo imediato. Por isso, Deus, para continuar a ser justo, não pode continuar a ser paciente na presenção das abominações sacrílegas que estão agora a acontecer em igrejas e santuários católicos. É precisamente para esta espécie de pecados que Deus declara: "Portanto, também os tratarei com a Minha ira; o Meu olho não os poupará, não Me compadecerei deles... nem terei compaixão alguma; sobre a sua cabeça farei recair as suas obras" (Ezequiel 8:18, 9:10).

Notas:

(1) Cf. Stimme des Glaubens de Novembro de 1980.

(2) "Notable and Quotable", Cardeal Karol Wojtyla, no Wall Street Journal de Novembro de 1978.

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

A apostasia na Igreja Católica: profecias que a anunciaram.

Profecia da apostasia na Igreja Católica

FONTE: Roberto Cavalcanti in http://roberto-cavalcanti.blogspot.com.br/2012/10/profecia-da-apostasia-da-igreja-catolica.html

O leitor pode ficar surpreso em saber que esse “grande enfraquecimento” é um dos eventos mais profetizados na história. Essas predições ou profecias são encontradas ou derivadas da revelação. Antes de ir adiante, então, seria prudente dizer umas poucas palavras para clarificar o que é entendido pelo termo revelação, do qual há dois tipos: divina e privada.

Revelação divina é para ser encontrada na Sagrada Escritura e no Depósito da Fé da Igreja Católica. Essas revelações terminaram com os apóstolos, e são infalivelmente certas. Portanto, como verdade divinamente revelada, deve ser acreditada por todos.

Revelação privada é uma inspiração ou revelação dada por Deus a indivíduos para seu próprio benefício ou para o ganho de outros, como São Paulo nos conta: “A cada um é dada a manifestação do Espírito para proveito comum.” (I Cor 12, 7) Diferente da revelação divina, ninguém está obrigado a acreditar em revelação privada. Mas se uma revelação privada é autêntica, então manter a crença nela seria equivalente a voltar um ouvido surdo a Deus. Um tal ato resultaria na perda de bens espirituais, como São Tomás de Aquino ensina: “profecia, como outras graças gratuitas, é dada para o bem da Igreja”. (Summa, SS – 172, 4). Deus sempre tem um propósito àquilo que faz, e se Ele nos revela algo, podemos estar certos que Ele assim fará para nosso próprio bem. Somente um homem tolo ignoraria o que a infinita sabedoria de Deus escolhe para revelar.

Um exemplo dos benefícios que devem nos vir através da revelação privada pode ser encontrado nos bens espirituais da Igreja recebidos através dessas revelações pelo curso de aproximadamente 2.000 anos. Para enumerar algumas poucas, a maioria das ordens religiosas, que tanto beneficiaram a Igreja e produziram tantos santos, foram fundadas por seus respectivos fundadores religiosos através de revelação privada ou inspiração; orações inumeráveis, incluindo o Santo Rosário, foram nos dadas através de revelação privada; os dezesseis diferentes escapulários aprovados pela Igreja, incluindo o escapulário marrom do Monte Carmelo, vieram todos a nós através de revelação privada; devoção ao Sagrado Coração de Jesus e ao Imaculado Coração de Maria, vieram a nós através de revelação privada; os múltiplos rosários, tais como o rosário de Nossa Mãe Dolorosa, o rosário dos Anjos etc., todos vieram a nós através de revelação privada. A lista continua e é quase interminável. Julgando através apenas desses dons celestiais, pode-se ver prontamente o quão espiritualmente benéfico tem sido seguir a Mão de Deus por meio da revelação privada.

Mas a revelação privada não está livre de perigo, pois o demônio é ativo nessa arena também e enganou muitos. Para ficar livre de ser enganado, portanto, é necessário distinguir a revelação autêntica (que vem de Deus) da revelação não-autêntica (que vem do demônio ou do próprio homem). É muito difícil e em alguns casos virtualmente impossível para os indivíduos fazer competentemente esta necessária distinção. Somente a Igreja Católica, guiada pelo Espírito Santo, pode seguramente tomar essa decisão. Portanto, levando-se em consideração que as revelações e profecias citadas nesse artigo são tomadas somente de fontes autênticas pela Igreja Católica, antes de 1958 (antes do falsificado Concílio Vaticano II).

Será mesmo possível uma apostasia massiva do catolicismo?

Nós sabemos que a Igreja Católica durará até o fim dos tempos: “Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo.” (Mt. 28, 20). Todavia, a idéia errada que a Igreja sempre terá um grande número de fiéis não é invocada na Sagrada Escritura ou em qualquer outro lugar. Pelo contrário. A Escritura nos diz: “...quando vier o Filho do Homem, acaso achará fé sobre a terra?” (Lc 18, 8)

A história testemunhou novamente nações inteiras (Inglaterra) e mesmo grupos de nações (Grande Cisma do Oriente), que foram uma vez católicos, apostatando da fé. Que isso aconteceria em uma grande escala, especialmente em consideração de um mundo contraído, devido à moderna tecnologia, não é de todo inconcebível, e, em verdade, foi predito e aconteceu.

Isso foi cumprido, em parte, porque os inimigos da Igreja se tornaram historicamente astutos e conhecedores do fato que a perseguição externa da Igreja realmente realiza Seu maior crescimento, como o dizer: “O sangue dos mártires é a semente da fé”. Isto é o motivo pelo qual por séculos eles foram concentrando seus esforços em destruir o catolicismo pela infiltração.

O Papa São Pio X avisou à Igreja disso em 1907:

“Estes, em verdade, como dissemos, não já fora, mas dentro da Igreja, tramam seus perniciosos conselhos; e por isto, é por assim dizer nas próprias veias e entranhas dela que se acha o perigo, tanto mais ruinoso quanto mais intimamente eles a conhecem. Além de que, não sobre as ramagens e os brotos, mas sobre as mesmas raízes que são a Fé e suas fibras mais vitais, é que meneiam eles o machado.” – Pascendi Dominici Gregis

O Papa São Pio X não estava revelando nada de novo; em vez disso, ele estava acrescentando seu próprio aviso àqueles de muitos outros papas e aos numerosos avisos do Céu, enviados há séculos.

AVISOS DA GRANDE MÃE DE DEUS, MARIA SANTÍSSIMA

Nossa Senhora do Bom Sucesso

No começo do século XVII, uma freira concepcionista no Equador, Madre Mariana de Jesus Torres (1563-1635), foi receptora de várias aparições da Mãe de Deus, incluindo muitas profecias concernindo o século XX. O fato que essas profecias datavam de 400 anos tornaram-nas especialmente dignas de nota. O corpo incorrupto de Madre Mariana foi descoberto em 1906 e ainda pode ser visto hoje.

“Desta forma, eu torno conhecido a você que do fim do século XIX e pouco depois da metade do século XX... será difícil receber o sacramento do batismo, e também aquele da confirmação... O espírito católico rapidamente decairá, as luzes preciosas da Fé gradualmente se extinguirão...”

“Várias heresias serão propagadas nessa terra, então uma república livre. Como essas heresias difundem-se e dominam, as luzes preciosas da fé serão extinguidas em almas pela quase total corrupção dos costumes [moral] ... O pequeno número de almas que, ocultas, preservarão o tesouro da fé e as virtudes sofrerão um cruel impronunciável e vagaroso martírio...”

“No século XX... a corrupção dos costumes será quase universal e a preciosa luz da fé tudo menos extinta.”

Novamente, referindo-se ao século XX:

“Como a Igreja sofrerá naquela ocasião – a noite escura da falta de um Prelado e Padre para observá-los... A indiferença de todas as almas consagradas a Deus no sacerdócio e estado religioso impedirá a vinda desse Prelado e Padre.”

Nossa Senhora de La Salette

Em 1846, a Mãe de Deus apareceu a dois pastorinhos em La Salette, França. Ela deu-lhes muitos avisos sobre como Deus está em vias de punir a humanidade se ela não parar de pecar. Ela também fez algumas predições assustadoras.

Relaxamento universal:

“Lúcifer, com um grande número de demônios será liberto do inferno. Paulatinamente eles deverão abolir a fé, mesmo entre pessoas consagradas a Deus.”

“Em todo lugar haverá prodígios extraordinários, porque a verdadeira fé foi extinta.”

“A abominação deverá ser vista em lugares santos, em conventos, e então o demônio deverá fazer de si mesmo o rei dos corações.”

“Roma perderá a fé e se tornará a sede do Anticristo.”

Quando Nossa Sagrada Mãe avisa que a verdadeira fé será abolida e extinta, o que Ela está profetizando é que o número de verdadeiros católicos será tão pequeno, que parecerá como se tivesse sido abolida ou extinta, mas, como já registrado, nós sabemos que a Igreja não pode ser totalmente extinta, mas durará até o fim dos tempos.

Em relação à veracidade dessa aparição, a qual alguns autores modernistas erroneamente desafiam, o Bispo da diocese de La Salette publicou em 1851 uma autorização que em parte disse: “A aparição tem em si mesmo todas as características de verdadeira, e que o fiel está justificado em nela crer sem dúvida e com certeza.” Essa autorização foi enviada à Roma e recebeu a aprovação do Papa Pio IX.

Nossa Senhora de Fátima

Talvez a mais bem conhecida de todas as aparições marianas. Maria apareceu seis vezes aos três pastorinhos em Fátima, Portugal, em 1917. Além da mensagem da correção da vida, rezar o Rosário e fazer penitência, ela confiou-lhes três segredos; o único relativo a esse artigo é comumente conhecido como o 3º Segredo de Fátima.

3º Segredo de Fátima – “Em Portugal, o dogma da fé sempre será preservado...”

Mesmo desprezando aquelas partes do 3º Segredo que os modernistas estão habituados a ignorar, o segmento “em Portugal, o dogma da fé sempre será preservado” é admitido por todos. Essa sentença parcial diz muito. O que significa um estranho relato em um tempo em que essencialmente todo país na face da terra tinha o dogma da fé. A implicação é clara: Nossa Senhora estava, ao menos, profetizando que países inteiros perderiam o dogma da fé, sendo Portugal uma exceção.

“Satã governa mesmo nas mais altas posições e determina a direção das coisas. Ele sucederá em arrastar seu caminho mesmo na mais alta cúpula da Igreja...”
“Mas esse será um tempo de grandes testes para a Igreja. Cardeais se oporão a cardeais. Bispos se oporão a bispos. Satã andará em suas fileiras. Em Roma, haverá grandes mudanças. O que é poder cairá e o que cairá nunca se levantará novamente. A escuridão envelopará a Igreja e o mundo será atirado em um pânico.”

A citação dada acima é tomada de um periódico alemão publicado em 1963, Neues Europa, e recebeu aprovação não-oficial na década de 60 por vários oficiais da Igreja que leram o original 3º Segredo manuscrito por Irmã Lúcia. Entre esses oficiais da Igreja estava o respeitado Cardeal Ottovani. A nova e “oficial” versão apontada pelo Vaticano em 2006 foi demonstrada ser absolutamente falsa.

Nossa Senhora de Marienfried

Como os pedidos e avisos enviados à humanidade por um Deus misericordioso através de Sua Mãe Imaculada em La Salette e Fátima não chamaram a atenção, Ele enviou aquela mesmo Mãe de amor novamente para avisar um mundo arrogante em 1946, em Marienfried, uma pequena cidade na Alemanha.

“A estrela das regiões infernais (Lúcifer) se enraivecerá mais violentamente do que nunca e causará a destruição assustadora, porque ele sabe que esse tempo é breve, e porque ele vê que muitos já se uniram em torno do meu sinal.”

Predições dos santos

Santo Hipólito (3º Século)

“E as igrejas também esperarão com uma forte lamentação, porque nem oblação nem incenso é presente, nem um serviço aceitável para Deus; mas os santuários das igrejas se tornarão como uma cabana num jardim, e os Sagrados Corpo e Sangue de Cristo não serão apresentados naqueles dias. O serviço público de Deus deverá ser extinto.”

São Nicolau de Flüe (Século XV)

“A Igreja será punida porque a maioria de seus membros, altos e baixos; se tornarão pervertidos. A Igreja afundará mais profundamente até, ao fim, parecer extinta, e a sucessão de Pedro e os outros apóstolos ter expirado. Mas, depois disso, Ela será vitoriosamente exaltada à vista dos desconfiados.”

São João Bosco (Século XIX)

“Haverá um concílio ecumênico no próximo século, após o qual haverá o caos na Igreja.” [predição de 1862]

Venerável Anna Katarina Emmerick (Século XIX)

A Venerável Anna Katarina Emmerick foi uma mística alemã que foi favorecida com extensas revelações. Seis semanas depois de sua morte, sob um rumor que seu corpo havia sido roubado, ela foi desenterrada e encontrada como incorrupta. Ela veio à fama internacional quando o filme “A Paixão de Cristo”, de Mel Gibson, foi reconhecido ter sido baseado em suas revelações.

“Eu também vi o relacionamento entre os dois papas... Eu vi o quão funestas seriam as conseqüências dessa falsa igreja. Eu a vi crescer em tamanho; hereges de todo gênero vieram à cidade (de Roma) ... Mais uma vez eu vi a Igreja de Pedro ser minada por um plano envolvido pela seita secreta (maçonaria), enquanto tempestades estavam danificando-a.”

“Eu vi uma seita secreta minar com crueldade a grande Igreja... Quando a Igreja foi pela maior parte destruída (pela seita secreta), e quando somente o santuário e o altar estavam ainda de pé, eu vi os destruidores (da seita secreta) entrarem na Igreja com a besta”.

“Eu vi uma aparição da Mãe de Deus, e ela disse que a tribulação seria muito grande. Ela acrescentou que essas pessoas devem rezar com fervor com mãos estendidas ... Elas devem rezar acima de tudo pela igreja da escuridão deixar Roma.”

“A Igreja está em grande perigo... Eu vejo que nesse lugar (Roma), a Igreja está sendo tão habilmente minada, que dificilmente permanecerá uns cem padres que não tenham sido enganados. Eles todos trabalham pela destruição até do clero. A grande devastação está próxima.”

“Quando eu vi a Igreja de São Pedro em ruínas, e a maneira pela qual tantos do clero estavam em si mesmos ocupados nesse trabalho de destruição – nenhum deles desejando fazê-lo abertamente em frente de outros – eu estava em um tal perigo que eu gritei para Jesus com toda minha força, implorando Sua misericórdia. Então, eu vi diante de mim a Esposa Celestial... Ele disse, entre outras coisas, que essa traslado da Igreja de um lugar para outro significa que Ela pareceria estar em completo declínio. Mas Ela se elevaria novamente; mesmo se permanecesse apenas um católico, a Igreja conquistaria novamente porque Ela não cessa em conselhos humanos e inteligência. Também me foi mostrado que não havia quase cristãos deixados na velha aceitação da palavra.”

“Entre as coisas mais estranhas que eu vi, estavam longas procissões de bispos. Seus pensamentos e discursos eram tornados conhecidos através de imagens saindo de suas bocas. Suas faltas em relação a religião eram mostradas por deformidades externas. Uns poucos tinham somente um corpo; com um nuvem escura em lugar de uma cabeça. Outros tinham somente uma cabeça, seus corpos e corações eram como abundantes vapores. Alguns eram coxos; outros eram paralíticos; outros estavam adormecidos ou vacilantes.”

“Então eu vi que tudo que pertencia ao protestantismo estava gradualmente ganhando a supremacia, e a religião católica caiu numa completa decadência...”

“Naqueles dias, a fé cairá em níveis muito baixos; e será preservada em alguns locais apenas, em algumas poucas casas de lavradores e em algumas poucas famílias que Deus protegeu dos desastres e guerras.”

“Eu vi que muitos padres permitiam-se ser recolhidos com idéias que eram perigosas para a Igreja. Eles estavam construindo uma grande, estranha e extravagante igreja. Tudo estava para ser nela admitido, no intuito de estar unido e ter iguais direitos: evangélicos, católicos, seitas de toda descrição. Aquilo estava para ser a nova Igreja...”

“Eu escutei que Lúcifer (se eu não me engano) será liberto novamente por uns cinqüenta ou sessenta anos antes do ano 2.000”.

Outras predições por pessoas de nota

Melanie Calvat foi uma das duas videntes de La Salette. O seguinte excerto é tomado do livro “The Secreto f Melanie and the Actual Crisis”, pelo Abade Combe, 1906:

“A Igreja será eclipsada. Em primeiro lugar, nós não saberemos qual é o verdadeiro papa. Depois, o Santo Sacrifício da Missa cessará de ser ofertado em igrejas e casas; será tal que, por um tempo, não haverá serviços públicos. Mas eu vejo que o Santo Sacrifício não realmente cessou: ele será oferecido em celeiros, em alcovas, em cavernas e de forma subterrânea”.

Cardeal Manning foi um alto oficial da igreja anglicana e atingiu notoriedade quando se converteu ao catolicismo no século XIX. Ele foi um leal apoiador da infalibilidade papal e um amigo íntimo do Papa Leão XIII.

“A apostasia da cidade de Roma do vigário de Cristo e sua destruição pelo anticristo pode ser imaginada muito nova a muitos católicos, que eu penso bem recitarem os textos de teólogos de maior reputação. Primeiro Malvenda, que escreve expressamente sobre o assunto, declara como a opinião de Ribera, Gaspar, Melus, Biegas, Suarrez, Bellarmino e Bosius que Roma deverá apostatar da fé, afastar-se do Vigário de Cristo e retornar ao paganismo antigo. ...Então a Igreja deverá ser dispersa, guiada à selvageria, e deverá ser por um tempo, como foi no início, invisível; oculta em catacumbas, em esconderijos, em montanhas, em lugares escondidos; por um tempo deverá ser varrida, como foi da face da terra. Tal é o testemunho universal dos padres da Igreja primitiva.” – Cardeal Henry Edward Manning. The Presente Crisis of the Holy See, 1861, London: Burns and Lambert, PP. 88-90)

Yves DuPont, autor do livro “Catholic Prophecy” e muitas outras obras sobre profecia, escreveu em 1970:

“Algumas profecias parecem justificar a inferência que a verdadeira Igreja Católica desaparecerá completamente por um tempo como uma organização; mas ainda que desorganizada, sobreviverá nas pessoas dos membros fiéis do clero e dos leigos que estarão no subterrâneo”.

Conclusão

As citações acima são somente uma amostra das muitas profecias prognosticando uma grande apostasia, ou seja, uma deserção em grande escala da Igreja Católica. Profeticamente, nós sabemos que um tal evento não é somente possível, mas inevitável. Doutrinariamente, nós sabemos com certeza que os atuais usurpadores em Roma não podem possivelmente ser católicos, e, portanto, não podem ser os líderes de uma Igreja que eles não são membros. Eles podem estar na posse dos prédios uma vez que pertencentes à Igreja Católica, e isso é o que realmente importa. Pois a fé é a vida e o coração do verdadeiro cristão, não simplesmente prédios ou possessões.

Para aqueles que colocariam adiante o argumento que a Igreja Católica é a “Igreja Católica Romana”, e que o catolicismo é inseparável de Roma, eu remeto-lhes a uma alocução dada pelo Papa Pio XII em 1949:

“Se em algum tempo vir um dia – dizemos isso como uma matéria de pura hipótese – quando a realidade física de Roma se desmoronasse; se mesmo essa Basílica Vaticana, o símbolo da una, invencível e vitoriosa Igreja Católica, fosse sepultada debaixo de ruínas, os tesouros históricos e as tumbas sagradas, ainda assim a Igreja Católica não seria, por tal fato, derrubada ou minada; a promessa de Cristo a Pedro permaneceria sempre verdadeira, o papado continuaria imutável, assim como a una e indestrutível Igreja fundada sobre o papa vivo naquele tempo.”

“Assim é: Roma, a Eterna no sentido sobrenatural e cristão, é superior à Roma da história. Sua verdade sobrenatural e eterna são superiores e independentes à cidade histórica.”

Como profecia cumprida, aqueles que possuem o dom da fé católica nessa época foram guiados ao subterrâneo, onde, mal registrado, mas ainda desprezado pelo mundo, praticam e mantêm vivos o tesouro do puro catolicismo. Ali eles permanecerão até Deus, em Sua misericórdia, novamente elevarão Sua Igreja, como foi, desde a tumba, através da instrumentalidade do imaculado Coração de Maria.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar: